quarta-feira, 2 de maio de 2012

Ainda o 1º de Maio e ainda o PD. O que aconteceu ontem, mesmo que alguns não o entendam, foi uma demonstração de força. Inicioalmente at´+e achei que seria, tão somente, uma afronta, mas não! Quem defende neste momento que os que compraram fizeram bem, são aqueles que : Têm horarios de trabalho, fogas e/ou fins de semana, aqueles que se ofendem e perturbam pelas retiradas dos subsídios e que, confortavelmente nasceram já com todos estes direitos. Estas pessoas não sabem que antes do 25 de Abril, não havia disso. Segurança social, reformas, etc. Tudo isto nasceu devido a contestação e luta. O 1º de Maio celebra a conquista das 8h diárias de trabalho. Estas pessoas que se manifestam tão violentamente sobre quem está contra a promoção de ontem no PD, não vê que isto não é esmola caridosa, mas sim, um rebuçado envenenado. Ficou também demonstrado que o dinheiro é a mais nobre causa para muitos de nós. Não me venham falar de fome, hoje não sabemos o que é fome, sabemos sim o que é gastar, comprar, estoirar  e empanturrar os filhos com mimos desnecessários, fazendo deles aquilo que elas próprias já são,pessoas sem ideais e sem a mínima noção do que é solidariedade, respeito pelos valores e, sim, também, liberdade.

sábado, 2 de outubro de 2010

E se os portugueses fossem favoráveis ao chumbo do Orçamento?


ERA UMA TRABALHEIRA!!! e o povo não está para trabalhos!


O Príncipe afundador deste reino batia com a porta, o submarino afundava de vez (os submarinos ), e a verdade é que ... português não sabe nadar, IÔ!


Já todos percebemos que a coisa não está para brincadeiras, bem, todos todos, não é bem assim, mas pronto(s), a maioria de nós, no entanto, continua alegre e contente nas nossas vidinhas, como se nada fosse - é claro que o Prozac - no meu caso esse "já era", agora é Cipralex- ajuda bués, andamos mais ou menos num transe colectivo ( acho é engraçado que algumas pessoas critiquem o pessoal do Boom festival... )!


Eu por mim fechava este botequim para obras e mudança de gerência! Punha os pontos nos IS ( engraço que o i maiúsculo não tenha ponto), mandava os preguiçosos trabalhar e os ricos pagar os impostos, parece-me simples, é simples...É S I M P L E S, muito mais simples que simplex.


Ora vamos lá concretizar e organizar ideias:


Deputados:


Reduzir o número; Comprovar a real necessidade dos mesmos, se é para ir contar anedotas para o Parlamento, podem ficar em casa e mandar por e-mail, mas o dia é descontado, tá?

Não há produtividade? fora com eles! Afinal todos nós somos avaliados menos quem nos manda avaliar, tá mal!


Presidiários:


Não fosse a minha boa índole, e já teria cometido alguns crimes para ir "dentro".

Comodidades para os ditos? porquÊ? A Amnistia Internacional e a Defesa dos Direitos do Homem deveria pensar nas vítimas primeiro e nos criminosos depois, voilá! Portant(s), ponham os meninos a fazer serviços cívicos tais como: limpeza de matas e florestas - poupava-se muito no combate aos incêndios, parece-me a mim... é claro, teriam que ser vigiados, mas para isso serve o exército que para mais não serve ( ainda bem, digo eu)!


Ciganos:


Adoro ciganos, e não, não é ironia! Se já embirrava com Sarkozy, agora embirro muito mais. Não aceito que se expulse alguém de algum lugar por ser pertencente a alguma etnia ou raça ou credo, etc. etc., Os ciganos são irreverentes e unidos e passionais e verdadeiros entre eles. VIVEM! claro, estão a deixar-se contaminar pela sociedade circundante e, espertos como são, aproveitam-se das fraquezas dos outros. E que tal não nos acobardarmos e os obrigarmos a trabalhar, a pagar impostos, retirar-lhes os subsídios para a cerveja e o "minuím"? Se querem direitos, têm que ter deveres, parece-me lógico, e, bem explicadinho, a eles também lhes haveria de parecer, mas... isso dá bués de trabalho...


Desempregados:


Fuck, fuck, fuck! Mas que raio de treta é esta? então não andamos a pagar uma vida inteira para a segurança social para uma eventualidadezinha??? Retirar subsídios??? Como??? A quem??? em que condições? é bem verdade que todos conhecemos muito boas pessoas, honestas pessoas, daquelas que nunca roubam nada a ninguém, ( Deus os livre ), que trabalham sem descontos e ao fim do mês lá vão buscar os subsídiozito de desemprego. Desculpem lá pessoas honestas, mas cortarem-vos o subsídio a vocês, sim, era uma medida justa e um justo equilibrar das contas nacionais.



Nacionalizar:


É verdade, puxa-me o pé para a esquerda nesta matéria, é que se todos temos que pagar as crises, porque não temos todos dividendos nas colheitas? Negociatas é o que se vê com a venda do público ao privado. Alguns privados a encherem os bolsos com a riqeza que deveria ser de todos. 25 de Abril 4ever!


Rewind.....


eu disse o quê???

25 de Abr.... estou mas é maluca! Qual 25 de Abril qual carapuça!

................

.......................

............


.....................


....................


feriado nacional 25 de Abril


.......................


.......................


........................


Ah, tenho liberdade de expressão! tenho???


Tenho (isto se não ofender alguém que me queira processar)!


E depois?


De que me adianta poder falar se...


NADA DO QUE EU DIGO MUDA ABSOLUTAMENTE NADA???


estas são algumas poucas sugestões daquilo que poderíamos mudar, se nos quiséssemos dar ao trabalho de mudar alguma coisita.


segunda-feira, 20 de setembro de 2010

sábado, 19 de junho de 2010

ATÉ SEMPRE, SARAMAGO!


Ficam dele, as palavras que li e as que ainda vou ler!
Saramago, lúcido e visionário até ao fim.
Obrigada Saramago!