quarta-feira, 2 de maio de 2012

Ainda o 1º de Maio e ainda o PD. O que aconteceu ontem, mesmo que alguns não o entendam, foi uma demonstração de força. Inicioalmente at´+e achei que seria, tão somente, uma afronta, mas não! Quem defende neste momento que os que compraram fizeram bem, são aqueles que : Têm horarios de trabalho, fogas e/ou fins de semana, aqueles que se ofendem e perturbam pelas retiradas dos subsídios e que, confortavelmente nasceram já com todos estes direitos. Estas pessoas não sabem que antes do 25 de Abril, não havia disso. Segurança social, reformas, etc. Tudo isto nasceu devido a contestação e luta. O 1º de Maio celebra a conquista das 8h diárias de trabalho. Estas pessoas que se manifestam tão violentamente sobre quem está contra a promoção de ontem no PD, não vê que isto não é esmola caridosa, mas sim, um rebuçado envenenado. Ficou também demonstrado que o dinheiro é a mais nobre causa para muitos de nós. Não me venham falar de fome, hoje não sabemos o que é fome, sabemos sim o que é gastar, comprar, estoirar  e empanturrar os filhos com mimos desnecessários, fazendo deles aquilo que elas próprias já são,pessoas sem ideais e sem a mínima noção do que é solidariedade, respeito pelos valores e, sim, também, liberdade.

Sem comentários: